Notícias > Imprensa
SESI oferece capacitação profissional a jovens que sofreram violência sexual

Ao longo de mais de quatro anos, mais de 3,7 mil jovens foram matriculados no projeto ViraVida, iniciativa do Conselho Nacional do SESI. O objetivo é oferecer oportunidades, por meio da capacitação profissional, a jovens e adolescentes que sofreram abuso ou exploração sexual, contribuindo para o enfrentamento do problema no país. Atualmente, o programa é desenvolvido em 19 estados, abrangendo 23 cidades.

No total, 1.910 alunos concluíram os cursos e 1.204 estão em sala de aula. Dos formados, 1.169 estão inseridos no mercado de trabalho, enquanto o restante participa de processos de seleção e aperfeiçoamento profissional.

O ViraVida é dirigido a jovens e adolescentes entre 16 e 21 anos, meninas e meninos de famílias de baixa renda, que residem nas periferias de grandes centros e têm sua história de vida marcada por experiências relacionadas a trabalho doméstico, abuso sexual, gravidez precoce e dependência química. Para atingir esse público, o projeto recebe o apoio de todo o Sistema S, governos, associações, ONGs e instituições idôneas conhecidas pelo atendimento a jovens com esse perfil.

Ao envolver universidades e instituições com expertise no campo de enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes, o Conselho Nacional do SESI desenvolveu uma proposta que vai ao encontro das políticas de proteção e promoção dos direitos da criança e do adolescente, das políticas para a juventude e do Plano Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Infantojuvenil, figurando atualmente como importante parceiro da Rede de Enfrentamento.

A proposta socioeducativa é coordenada pelos Departamentos Regionais do SESI, que possuem equipe multidisciplinar integrada por psicólogos, pedagogos e assistentes sociais. Os cursos realizados pelo SESI, SENAI, SENAC, SESC, SEST, SENAT, SEBRAE e SESCOOP combinam formação profissional e educação básica, com abordagem de temas como cidadania, saúde, doenças sexualmente transmissíveis, cuidados com o corpo, orçamento familiar e direitos, dentre outros.

Em parceria com a Rede de Enfrentamento, o projeto garante atendimento integral aos alunos, incluindo tratamento médico e odontológico, orientação jurídica e atendimento psicossocial – extensivo às famílias. Para harmonizar as relações no ambiente escolar, professores e alunos do projeto constroem um acordo de convivência, cujas regras visam fortalecer a interação e a integração socioeducativa.

Um dos aspectos mais destacados do ViraVida – o desafio de assegurar a inserção dos alunos concludentes no mercado de trabalho – leva o Conselho Nacional do SESI a realizar grandes esforços de sensibilização e envolvimento do empresariado brasileiro. Para isso, tem contado com a qualidade do ensino profissionalizante do Sistema S e do acompanhamento de egressos dos cursos durante o primeiro ano de inserção no mercado de trabalho.

Durante o processo de formação e qualificação profissional, que dura em média um ano, os alunos recebem uma bolsa, dos quais 20% do valor ficam retidos em uma poupança, resgatável ao final do processo de formação.

Cursos ofertados – O processo socioeducativo tem uma carga horária que varia entre 700 a 900 horas, conforme a modalidade.  Desse total, cerca de 500 horas são destinadas aos cursos profissionalizantes, que abrangem as áreas de Moda, Imagem Pessoal, Turismo e Hospitalidade, Gastronomia, Comunicação Digital e Administração, que duram, em média, um ano. Abaixo, os números alcançados pelo ViraVida:

Ações

Total

Matrículas realizadas

3.788

Alunos em sala de aula

1.204

Alunos formados

1.910

Concluintes inseridos no mercado de trabalho

1.169

Município atendidos – Atualmente o projeto está em desenvolvimento nas cidades de Fortaleza, Recife, Natal, Belém, Brasília, Salvador, Teresina, João Pessoa, Campina Grande, Curitiba, Foz do Iguaçu, Londrina, Rio de Janeiro, Porto Velho, São Luís, Aracaju, Maceió, Contagem, Montes Claros, Porto Alegre, Manaus, São Paulo e Goiânia. Além disso, está em implementação em Cuiabá. Até o final de 2014, o ViraVida deverá chegar aos 27 estados brasileiros.

Assessoria de Imprensa do Conselho Nacional do SESI

Paloma Santos (61) 3217 0746
Ynaiana Leite (61) 3217 0745
Caetano Alves (61) 3217 0753