Notícias > Cozinha Brasil
Italianos vão saborear receitas brasileiras e sustentáveis

Bolo de casca de banana, sopa de talo de brócolis, doce da casca da melancia. Engana-se quem pensa que para fazer uma receita saborosa precisa desprezar talos, cascas e sementes dos alimentos. Isso é o que o programa Cozinha Brasil, promovido pelo Conselho Nacional do SESI, vai mostrar na maior feira italiana de sustentabilidade, Fa’La Cosa Giusta, que acontecerá entre os dias 28 e 30 de março, em Milão. “Com o Cozinha Brasil usamos a educação como ferramenta para mudar os hábitos alimentares da população brasileira, que despediça 30% dos alimentos. Pretendemos estender essa tecnologia social a outros países, pois acreditamos que o programa seja um dos caminhos para erradicar a fome e a desnutrição”, afirma o presidente do Conselho, Jair Meneguelli.

Durante os três dias de evento, os visitantes da Feira receberão cartilha com receitas e dicas de preparação dos alimentos e ainda poderão degustar saborosos pratos. As nutricionistas do programa, em parceria com blogueiras de gastronomia da Itália, promoverão mais de 20 oficinas para ensinar receitas que unem sabor, saúde e baixo custo. Entre as chefs estará a brasileira Carol Celico, esposa do jogador Kaká. Formada na L’ école Le Cordon Bleu, ela vai mostrar a arte da culinária brasileira com toque francês.

O público infantil vai ganhar oficinas voltadas para o paladar da garotada. As nutricionistas vão ensinar de forma lúdica como as crianças podem fazer receitas fáceis, divertidas e saudáveis.

Cozinha Brasil

Implantado em 2005, em todo o território brasileiro, o programa estimula o combate ao desperdício por meio do aproveitamento integral dos alimentos e vem sendo replicado por países que buscam erradicar a fome e a miséria.

A tecnologia social é reconhecida pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e, várias outras instituições, como um modelo que pode ajudar a evitar o desperdício de alimentos no Brasil e no mundo. Prova desse reconhecimento é que, em 2012, a instituição assinou termo de cooperação com o SESI se comprometendo a facilitar a transferência do Cozinha Brasil para países da América Latina, Caribe e África.

Parcerias internacionais no combate à exploração sexual

No evento, o SESI também participará do lançamento da campanha Não Desvie o Olhar, promovida ECPAT Itália (End Child Prostitution And Trafficking – Fim da Prostituição e Tráfico de Crianças), em parceria com as centrais sindicais CGIL, CISL e UIL, para sensibilização sobre a exploração sexual durante os grandes jogos esportivos.

No Brasil, a campanha é coordenada pelo SESI e pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e tem o apoio das prefeituras nas 12 cidades-sedes da Copa e de parceiros da iniciativa privada e governo. O SESI tem trabalhado intensamente para tirar o tema da violência sexual da invisibilidade, realizando ações conjuntas com a Rede de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.