Notícias > Notícias
Diretor da ABC visita projeto Cambia Tu Vida
X Reunião do Grupo de Trabalho do Programa de Cooperação Técnica Brasil – El Salvador

X Reunião do Grupo de Trabalho do Programa de Cooperação Técnica Brasil – El Salvador

O projeto Cambia Tu Vida, executado em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI), em El Salvador, recebeu a visita do então diretor da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), embaixador Fernando José Marroni de Abreu. O encontro integrou a agenda de atividades da X Reunião do Grupo de Trabalho do Programa de Cooperação Técnica Brasil – El Salvador.

Considerado pelos dois governos como emblemático para o programa bilateral, o Projeto Cambia Tu Vida alcançou sua institucionalização junto ao Governo Salvadorenho, transformando-se em uma das principais políticas públicas de atenção a crianças e jovens vítimas de violência sexual. Tornando-se o primeiro Centro de Atenção a Vítimas de Abuso Sexual com enfoque na capacitação profissional para a inserção dos jovens atendidos no mercado de trabalho. Durante a visita, Marroni conversou com os jovens atendidos pelo projeto e ouviu diversos depoimentos sobre como se sentem mais valorizados e integrados na sociedade.

Em dezembro de 2014, o projeto coordenado pelo Instituto Salvadoreño para el Desarrollo Integral de la Niñez y Adolescencia (ISNA), concluiu o processo de capacitação da primeira turma formada por 25 jovens, destes 23 foram imediatamente inseridos ao mercado de trabalho. Atualmente, encontram-se em processo de capacitação mais 25 jovens com idade entre 16 e 18 anos.

Investimento Social – O projeto salvadorenho tem o apoio de várias instituições públicas e privadas que contribuem para a realização dos cursos profissionalizantes, empregabilidade, estrutura do projeto e atividades desenvolvidas com os educandos. Entre as Instituições estão Mined, Minsal, Indes, Fusalmo, Insaforp, Comité de Proyección Social, Fe Y Alegría, Fepade, ITCA, Fundazucar, Secretaria de Inclusión Social, PGR, UNFPA, Save the Children, OIM, Intervida, Conna, Jena, Juzgados de Família, Directores de Centros, ONGS de atención a niñez y adolescência e a empresa Queiróz Galvão.

Fonte: Agência Brasileira de Cooperação (ABC)