Notícias > Notícias
Aplicativo da Rede Sindical facilitará comunicação entre lideranças e mobilização empresarial
O app é voltado para líderes e executivos de sindicatos, federações de indústrias, além de representantes da CNI, do SENAI, SESI e IEL. Gratuito, ele roda nos sistemas iOS e Android e está disponível para download na Apple Store e no Play Store

Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançou nesta semana o aplicativo Rede Sindical da Indústria, que tem o objetivo de reunir informações sobre temas de interesse da indústria, facilitar a comunicação entre sindicatos empresariais, federações estaduais e a CNI, além de ser um instrumento de mobilização acerca de assuntos relevantes para o setor produtivo.

Segundo a gerente-executiva de Desenvolvimento Associativo da CNI, Camilla Cavalcanti, a ideia de criar o aplicativo surgiu para atender à demanda dos sindicatos empresariais. “Os integrantes da Rede Sindical da Indústria vinham pedindo um canal de relacionamento perene, que possibilite uma interação mais organizada e o acesso fácil a informações de interesse”, explica.

O app é voltado para líderes e executivos de sindicatos, federações de indústrias, além de representantes da CNI, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)Serviço Social da Indústria (SESI)Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e dos Centros das indústrias. O app é gratuito, roda nos sistemas iOS e Android e está disponível para download na Apple Store e no Play Store.

CONTEÚDO – O conteúdo do aplicativo está organizado em dois recortes: um setorial e outro estadual. No recorte setorial, os conteúdos têm abrangência nacional, sendo a administração e a admissão de membros feitas pela CNI. Ali, os usuários poderão interagir com outros sindicatos do mesmo setor, de todo o país, e também com representantes de entidades do Sistema Indústria.

Já o recorte estadual será administrado pelas federações de indústrias e trará temas de relevância local. Os participantes terão contato com representantes de todos os sindicatos do estado, independentemente do setor, e também com as entidades do Sistema do seu estado. As federações podem optar por habilitar ou não o seu recorte estadual.

COMO PARTICIPAR – Para ter acesso ao app, os representantes de sindicatos empresariais e das demais entidades do Sistema Indústria precisam fazer o download, preencher e enviar o formulário de inscrição, que será automaticamente enviado à Federação de Indústrias do estado do solicitante para aprovação. Até o momento, federações de 24 estados aderiram ao aplicativo – Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

A REDE SINDICAL DA INDÚSTRIA – Criada a partir de 2014, a Rede Sindical tem o objetivo de estreitar o relacionamento entre sindicatos empresariais da indústria e desses com suas federações estaduais e a CNI. Atualmente envolve 15 setores industriais e conta com a participação de 699 líderes e executivos sindicais e 49 representantes de 26 federações de indústria. Participam os setores de alimentação; base florestal; bebidas; couro e calçados; cerâmica; construção civil; gráfico; laticínios; metalmecânico, panificação; plástico; químico e farmacêutico; reparação; têxtil; e vestuário.

Por Ariadne Sakkis
Da Agência CNI de Notícias