Notícias > Notícias
Vagas abertas em cursos pagos e gratuitos do SENAI
O SENAI está com vagas abertas em várias unidades do Brasil. São cursos de aprendizagem industrial, técnico, graduação e pós-graduação. Tem cursos pagos, mas também há opções gratuitas, por exemplo, em São Paulo, na Bahia e na Paraíba

O ano já está quase terminando, mas ainda dá tempo de começar um curso no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Há vagas em várias unidades do SENAI em todo o Brasil. Tem turmas começando na próxima semana e em dezembro. Mas, se você quer começar 2018 estudando, algumas aulas serão iniciadas a partir de janeiro. São várias opções, desde cursos mais básicos, como de aprendizagem industrial, passando pelos cursos técnicos, graduação e até pós-graduação.

Para os cursos de aprendizagem industrial, há vagas gratuitas em São Paulo, Bahia e na Paraíba. No SENAI de São Paulo, as inscrições para o processo seletivo começam nesta sexta-feira (10), a partir das 14 horas.

O curso de aprendizagem industrial gratuito é destinado a candidatos que tenham concluído o ensino fundamental e que buscam capacitação para o primeiro emprego. Ao final do curso, os alunos recebem Certificado de Aprendizagem Industrial. As inscrições podem ser feitas até 17 de novembro.

SENAI da Bahia tem mais de mil vagas para os cursos gratuitos de Aprendizagem Industrial. Tem opções como Eletricista Industrial, Auxiliar de Operações Logísticas, Mecânico de Manutenção de Máquinas Industriais, Auxiliar de Obras de Edificações, dentre outras. Os cursos terão início nos meses de janeiro e fevereiro de 2018, com aulas nos turnos matutino, vespertino e noturno. As inscrições podem ser feitas até 19 de novembro. Já no SENAI da Paraíba, as inscrições podem ser feitas até o dia 1º de dezembro.

LEVANTAMENTO QUINZENAL – A Agência CNI de Notícias realiza um levantamento quinzenal de vagas abertas pelo SENAI em todo o Brasil, junto às federações de indústrias. O levantamento tem caráter jornalístico. Confira as oportunidades no mapa e, para tirar dúvidas ou mais detalhes, entre em contato com o SENAI do seu estado.

Por Sirlei Pires e Isabela Guimarães
Com informações das federações de indústrias
Da Agência CNI de Notícias