Notícias > Notícias
O SENAI foi a pista de onde eu decolei para realizar meus sonhos, diz astronauta Marcos Pontes que também estudou no SESI
Ele foi um dos palestrantes do Torneio Nacional de Robótica organizado pelo SESI. Antes do bate-papo com os estudantes, Marcos Pontes falou com a Agência CNI de Notícias sobre o passado, o presente e o futuro do primeiro e único astronauta brasileiro a ir para o espaço

Há 12 anos, o menino que na infância frequentava o aeroclube de Bauru (SP), para ficar mais perto dos aviões, entrava para a história. Em março de 2006, o filho da dona Zuleika e de seu Virgílio, Marcos Pontes, tornava-se o primeiro astronauta brasileiro a ir para o espaço. Primeiro e único até hoje. Antes de voar tão alto, ele fez ensino fundamental no Serviço Social da Indústria (SESI) e curso técnico de Eletricista no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Para ajudar no orçamento de casa, Marcos conseguiu associar o curso do SENAI a um trabalho de aprendiz de eletricista na Rede Ferroviária Federal (RFFSA). Era o primeiro emprego do jovem que sonhava em voar.

Em março, Marcos Pontes foi um dos palestrantes do Torneio Nacional de Robótica FIRST LEGO League, organizado pelo SESI, em Curitiba. Antes do bate-papo com quase 800 competidores de várias regiões do Brasil, ele falou com a Agência CNI de Notícias sobre a experiência no espaço, a vida dividida entre São Paulo e Houston (EUA), onde trabalha como engeheiro da NASA (agência espacial dos Estados Unidos), e ainda deu dicas para a próxima temporada do Torneio de Robótica que tem como tema o espaço. Veja o vídeo: