Notícias > Notícias
João Henrique visita cadeia produtiva do vinho no Rio Grande do Sul

A Federação Nacional de Técnicos Agrícolas (FENATA) recepcionou, do dia 6 a 8 de novembro, o presidente do Conselho Nacional do SESI (SESI-CN), João Henrique de Almeida Sousa, em visitas a empresas do Rio Grande do Sul. Na oportunidade, o presidente conheceu os experimentos de variedades de morango da Maxxi Mudas, acompanhado do Técnico Agrícola, Valdir Monegat. No mesmo dia, à noite, foi recepcionado no Parque Municipal, pelo prefeito Albano Kunraht, pelo vice-prefeito Nelson Martini e pelo presidente da Câmara, Junior Freiberger.

No dia seguinte, João Henrique visitou o Parque Dal Pizzol, indústria de produção de vinhos e espumantes. Ocasião em que aprendeu no ecomuseu do vinho sobre a formulação, execução e manutenção de todo o processo de produção da bebida. À tarde esteve presente nas empresas da Beigrupo, em Garibaldi e Carlos Barbosa, onde conheceu indústrias que trabalham a partir do bagaço da uva, a produção de biofertilizantes e de fertilizantes, bem como a Biofábria, que atua com o isolamento de micro organismos da compostagem do bagaço.

Cumprindo agenda, no mesmo dia, conheceu por meio dos Técnicos Agrícolas, Valdecir Ferrari e Antônio Agostini, as empresas prestadoras de serviço na área de paisagismo e empresas comerciais de flores e plantas. No final da tarde, sob a coordenação de Gilberto Duarte, o presidente esteve em vista aos caminhos de pedra e na Câmara da Indústria e Comércio de Bento Gonçalves, onde foi recepcionado com um coquetel.

Evento em que estiveram presentes o presidente da CIC, Elton Paulo Gialdi, os delegados da FIERGS/CIERGS, Ademar de Gasperi, Maristela Longhi e José Carlos Stefenon, o diretor do SENAI, Cesar Módena e o gerente regional do SESI, Silvana Macari Sacilotto, além dos convidados João Valduga, da Casa Valduga e Valdeci Ferrari, da empresa Beigrupo.

A visita ao Grupo Famiglia Valduga e ao Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, foi coordenada por João Valduga.  O presidente do SESI-CN conheceu na Casa Valduga a produção industrial de vinhos e espumantes, na Casa Madeira a produção industrial de geleias e na Leopoldina, a produção de cervejas artesanais.