Notícias > Notícias
Modelos de parcerias são destaques nas unidades do Sesi de Rondônia
Sesi-CN em Jiparaná

Equipe do Conselho Nacional do Sesi visitando Laboratório de Solo, Asfalto e Concreto, em Ji-Paraná (RO)

 

A equipe do Conselho Nacional do Sesi finalizou, na sexta –feira (18), a terceira rota de visitas técnicas às escolas do Sesi nos estados. Durante três dias, Rondônia foi o destino do superintende, general Pedro Fioravante, acompanhado pelo assessor especial, coronel Marcelo Lassance, e a gerente de Planejamento, Gestão e Fiscalização, Fanie Ofugi. O roteiro incluiu os municípios de Vilhena, Cacoal, Ji-Paraná, Ariquemes, e o distrito de Nova-Mutum.

O Sesi, Senai e IEL atuam de forma integrada no Estado, que conta com oito unidades de Educação Básica e Profissionalizante. Parcerias com a Administração Pública e com empresas locais também são diferenciais para os alunos, que podem colocar em prática o aprendizado de sala de aula. Ao final, cerca de 40% dos estudantes são inseridos no mercado de trabalho.

No Ensino Médio, os estudantes do estado cursam, ao mesmo tempo, Ensino Regular e Profissionalizante. Em Ji-Paraná, a comitiva visitou, por exemplo, o Laboratório de Solo, asfalto e concreto, onde conheceu, de perto, a preparação da mão de obra regional. Criado em 2006, o laboratório atende a demanda regional de controle de qualidade e assistência técnica em elaboração de projetos e execução de obras da construção envolvendo solos, asfalto e concreto, desde o reconhecimento geológico até a sua conclusão.

Outra parceria inovadora é o funcionamento da Escola Sesi no Município de Nova Mutum. Junto à empresa Energia Sustentável do Brasil (ESBR), responsável pela hidrelétrica Jirau, o Sesi cuida da educação de cerca de 150 crianças, filhos de trabalhadores da Usina e de ribeirinhos que foram realocados na época da construção do empreendimento. O modelo de parceria é pioneiro na estrutura do Sesi.

Pela excelência nos resultados, a evasão escolar no Estado de Rondônia é mínima: cerca de 2% no Sesi e 1% no Senai. “O acolhimento e a dedicação dos professores das escolas do Sesi são reconhecidos. Nosso esforço é sempre no sentido de investir na qualidade da Educação e, por isso, temos um ótimo retorno por parte dos pais. Sabendo que seus filhos são bem cuidados e aprendem de forma contínua, eles trabalham com muito mais tranquilidade. Essa forma de educar também é uma maneira de investir na qualidade da Indústria do nosso país”, afirma o superintendente do Conselho Nacional do Sesi.

As visitas técnicas foram acompanhadas, em Rondônia, pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado – FIERO, Marcelo Thomé, pelo superintendente da Unidade, Alex Santiago, pelo coordenador Estadual de Relações com Mercado do SESI, SENAI e IEL/RO, Guilherme Gonzales, e pela secretária executiva, Jane Moraes.

A equipe do Conselho viaja pelas unidades do Sesi no Brasil para fiscalizar a execução do orçamento destinado às atividades de Educação e Saúde do trabalhador da Indústria. São Paulo e Amapá foram os primeiros estados visitados. A agenda seguirá ao longo de 2019 e 2020.

 

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com