Notícias > Notícias
Programa de Compliance do Sesi-CN terá olhar da CGU

Ministro Wagner Rosário (direita), superintendente do Sesi-CN, general Pedro Fioravante, e assessor de Relações Institucionais, Ricardo Ferraço.

O Programa de Compliance do Conselho Nacional do Sesi (Sesi-CN) terá o olhar crítico da Controladoria Geral da União – CGU, desde a etapa de planejamento. Em reunião com o ministro Wagner Rosário, o superintendente do Conselho, general Pedro Fioravante, pediu orientações para a construção de um modelo de integridade que seja eficiente para o Sistema S, de fácil replicabilidade nos estados.

O ministro Rosário é servidor de carreira da CGU, onde trabalhou em diversas investigações de combate à corrupção junto com a Polícia Federal, ministérios públicos (Federal e Estadual) e demais órgãos de defesa do Estado.

Liderado pelo consultor Jurídico, Otávio Lopes, o Sesi-CN se espelhará no protagonismo do ministro e equipe em transparência e auditoria interna para determinar regras e condutas éticas. A experiência, além balizar as atividades internas, dará mais eficiência à fiscalização da aplicação de recursos na educação de crianças e adultos e na saúde do trabalhador.

A reunião foi acompanhada pelo assessor de Relações Institucionais do Conselho, Ricardo Ferraço, o assessor especial, Marcelo Lassance, a gerente de Planejamento, Gestão e Fiscalização, Fanie Ofugi, e pelo coordenador-geral de Auditoria de Patrimônio e Desburocratização, da CGU, Fábio Santana.

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com