Fórum Nacional do Sistema S

O Fórum Nacional do Sistema S é um espaço de diálogo estabelecido entre governo, empresários e trabalhadores. Criado em 2003, é composto por representantes do SESI, SENAI, SESC, SENAC, SEST, SENAT, SENAR, SESCOOP e SEBRAE. O objetivo do Fórum é produzir estudos e propostas de aprimoramento dos Serviços Sociais de aprendizagem, cooperativismo e empreendedorismo.

Uma das grandes conquistas do Fórum do Sistema S foi a inclusão de trabalhadores nos conselhos deliberativos dos Sistemas SESI, SENAI, SESC e SENAC, formalizada pelos Decretos nº 5.725, 5.726, 5.727 e 5.728, de 16 de março de 2006, assinados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A participação dos trabalhadores nos Conselhos Nacional e Regional das entidades do Sistema S traduziu o início de um novo ciclo de relacionamento entre empresários, trabalhadores e governo, uma vitória para ambas as partes. As ações conjuntas têm contribuído para melhorar a qualidade dos serviços e implantar projetos de interesse social.  

Também são atribuições do Fórum a divulgação e defesa do conjunto das instituições do Sistema S; identificação de fontes alternativas de financiamento para os projetos do Sistema, com melhoria na arrecadação da contribuição legal; e concepção de critérios para ação sinérgica das entidades. Tudo isso ocorre por meio de parcerias e programas conjuntos, respeitada a autonomia e finalidade de cada uma das entidades.O Fórum Nacional do Sistema S é um espaço de diálogo estabelecido entre governo, empresários e trabalhadores. Criado em 2003, é composto por representantes do SESI, SENAI, SESC, SENAC, SEST, SENAT, SENAR, SESCOOP e SEBRAE. O objetivo do Fórum é produzir estudos e propostas de aprimoramento dos Serviços Sociais de aprendizagem, cooperativismo e empreendedorismo. Uma das grandes conquistas do Fórum do Sistema S foi a inclusão de trabalhadores nos conselhos deliberativos dos Sistemas SESI, SENAI, SESC e SENAC, formalizada pelos Decretos nº 5.725, 5.726, 5.727 e 5.728, de 16 de março de 2006, assinados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A participação dos trabalhadores nos Conselhos Nacional e Regional das entidades do Sistema S traduziu o início de um novo ciclo de relacionamento entre empresários, trabalhadores e governo, uma vitória para ambas as partes. As ações conjuntas têm contribuído para melhorar a qualidade dos serviços e implantar projetos de interesse social.   Também são atribuições do Fórum a divulgação e defesa do conjunto das instituições do Sistema S; identificação de fontes alternativas de financiamento para os projetos do Sistema, com melhoria na arrecadação da contribuição legal; e concepção de critérios para ação sinérgica das entidades. Tudo isso ocorre por meio de parcerias e programas conjuntos, respeitada a autonomia e finalidade de cada uma das entidades.

.